Cerimónia

Já temos a nossa Bandeira Verde

Foi em Mafra o local escolhido para o Galardão Eco-Escolas. E foi em Mafra que a comitiva da Alves Martins trouxe para Viseu a nossa Bandeira Verde!

Foi durante a tarde do dia 27 de setembro que teve lugar a Gala no Palco Principal Eco-Escolas que contou com espetáculos de escolas e com a presença de grupos musicais locais, terminando com a entrega da Bandeira Verde Eco-Escolas a cada uma das escolas presentes!


Atividades realizadas no 1º ano

Um resumo de algumas notícias sobre atividades realizadas pelo Clube Eco-Escolas da Escola Secundária Alves Martins em 2016/2017

Durante o ano letivo de 2016/2017:

aproximadamente 250 dias de Clube Eco-Escolas.

50 elementos da comunidade escolar envolvidos.

22 ações em prol da Educação Ambiental.



E não ficamos por aqui, voltamos em setembro!


 

Dia Eco-Escolas e do Ambiente

5 de junho

Juntámos toda a comunidade escolar e o Dia Eco-Escolas celebrou-se em grande!

A nível de escola e local nunca nada parecido foi celebrado e prometeu ser mesmo um dia diferente. Várias as entidades e professores palestrantes foram convidados, de vários pontos do país, a deslocarem-se à nossa escola em prol deste dia e darem o seu contributo pela celebração do Dia Mundial do Ambiente. Juntámos a este dia tão especial, a celebração do nosso Dia Eco-Escolas, um dia para reflectir o trabalho realizado ao longo do ano, mostrar o que foi feito e o que mudou na escola. Uma escola mais vocacionada para a sustentabilidade ambiental, mas que ainda tem um longo caminho a percorrer nos próximos anos com a continuação do Projeto Eco-Escolas.

Durante toda a manhã, realizaram-se palestras em ritmo contínuo no auditório e em várias salas de aulas, abrangendo muitas turmas. Foram várias as exposições e as entidades presentes com seus stands, onde dinamizaram jogos.

Deste o tigre feroz do Jardim Zoológico de Lisboa, ao Polo Norte, com Pedro Rego, foram vários os temas debatidos em contexto de educação ambiental pelas nossas salas, que estiveram de portas abertas a toda a comunidade escolar. Esteve em exposição uma galaria de Eco-Códigos, abriram-se as portas da nossa Horta Biológica e existiu uma Eco-Arcada do lado da reprografia cheia de surpresas.


 


Visita à ETAR Viseu Sul

Fomos visitar a ETAR mais evoluída atualmente do país!

No âmbito do Projeto Eco-Escolas e do tema "Água", contemplado no nosso plano de ação, a equipa Eco-Escolas da ESAM, em parceria com a Câmara Municipal de Viseu, organizou uma visita à Estação de Tratamentos de Águas Residuais de Viseu Sul, considerada um bom exemplo em termos tecnológicos e de sustentabilidade no setor da água, especialmente no que se refere ao tratamento de águas residuais.

Esta obra é uma referência de engenharia ambiental, com um sistema de gestão profundamente automatizado, eficiente e controlado, mas acima de tudo com um tratamento mais evoluído de purificação de águas residuais que servirá até noventa mil viseenses. À sua dimensão, a ETAR Viseu Sul é mesmo a mais evoluída do país. Um investimento de 31 milhões de euros, com financiamento comunitário de 27 milhões, considerando também a construção de extensos emissários que ligam a rede de esgotos concelhia ao equipamento.

A visita, na qual contámos com o apoio da Câmara Municipal de Viseu, através da cedência de um autocarro para o transporte à ETAR, juntou os elementos do Projeto Eco-Escolas, alunos e professores coordenadores. Com esta atividade todos os participantes ficaram a saber mais sobre o funcionamento de uma ETAR, constatando que Viseu é, cada vez mais, um concelho amigo do ambiente, do ecossistema e das pessoas. Uma cidade-jardim "de primeira água", segundo os nossos guias.

Localidade da ETAR Viseu Sul: Fail - Vila Chã de Sá, concelho de Viseu.


QUERCUS - Palestra/Debate


Realizou-se, no dia 23 de março, pelas 20h30, uma Palestra/Debate Interativo, no auditório da ESAM, que contou com a presença de representantes da Quercus e da Câmara Municipal de Viseu.

A palestra "A TERRA é a nossa casa..." foi conduzida por professores e formandos dos Cursos EFA (Educação e Formação de Adultos), em conjunto com o Clube ECO-ESCOLAS, num total de mais de cinquenta participantes e veio mostrar as boas práticas e projetos que se fazem em torno do meio ambiente.


A importância da TERRA foi o tema desta palestra. O objetivo foi mostrar as atividades, os projetos e as formas de intervenção da Quercusno distrito, tendo sido abordados, em conjunto com a representante do município, vários temas ambientais, nomeadamente a tipologia de Recursos Naturais e Espaços Naturais, bem como o conceito de Património Natural.

Antes do início da palestra, teve lugar um pequeno momento simbólico com a plantação de um azevinho oferecido pela Quercus e visitou-se a mais recente horta biológica da nossa escola.

Nesta palestra, além do diálogo interativo, houve oportunidade de saber mais sobre estilos de vida, ambiente e sustentabilidade. Segundo Miguel Santos, representante da Quercus, muita coisa pode ser melhorada em prol do ambiente e do ordenamento do território, referindo que a tem vindo a ocupar na sociedade portuguesa um lugar simultaneamente irreverente e construtivo na defesa das múltiplas causas da natureza e do ambiente. O seu âmbito de ação abrange hoje diversas áreas temáticas da atualidade ambiental onde se incluem, para além da conservação da natureza e da biodiversidade, a energia, a água, os resíduos, as alterações climáticas, as florestas, o consumo sustentável, a responsabilidade ambiental, entre outras. Catarina Cruz, da Divisão do Ambiente da CMV, reafirma a necessidade de uma política ativa dos cidadãos e de projetos nas escolas, como forma de promover a educação ambiental, referindo o elevado progresso do Clube Eco-Escolas da ESAM.


Concurso do Logótipo Eco-Escolas

O Clube Eco-Escolas organizou um concurso para a criação do logótipo do projeto na nossa escola.

Participaram vários alunos, cujos trabalhos respeitavam o regulamento do concurso. O júri elegeu o trabalho do aluno Alexandre Sousa, do 12ºS, um logótipo que envolve a harmonia do projeto, as cores da natureza e a sua frescura. O prémio atribuído foi um voucher para um lanche de duas pessoas no estabelecimento Nuttelandia.

A equipa agradece a todos os alunos participantes e felicita o vencedor.



Horta Biológica na ESAM

Desde fevereiro, está a crescer a primeira Horta Biológica da Escola Secundária Alves Martins, no espaço verde entre os laboratórios de Física e Química. O Clube Eco-Escolas está a dinamizar estre projeto e conta com o apoio de diversos professores, alunos e técnicos operacionais que se juntaram a esta causa.


Fase inicial:

A agricultura biológica é uma forma de produção agrícola sem recorrer a pesticidas ou adubos sintéticos, substâncias que têm causado poluição dos solos e aquíferos. Por se tratar, de um modelo mais sustentável, o Clube Eco-escolas pretende, com este espaço, divulgar e promover esta prática.

No mês de fevereiro, o terreno foi preparado e iniciaram-se os trabalhos de sementeira e plantação de diversas espécies. Neste momento a horta conta com agriões, alfaces, couves, batata doce, ervilheiras de cheiro, cebolinhos, morangueiros, tomateiros, amoreiras e framboeseiras. Além das plantas comestíveis ainda existem dois espaços para ervas aromáticas, e já temos hortelã pimenta, tomilho, manjericão e cidreira.

Desde então, com muito júbilo e entusiasmo, vemos a horta a crescer e a ser visitada pela comunidade escolar e por todos os que visitam a escola, como foi o caso do Presidente da Câmara de Viseu, de um elemento da Quercus e do Departamento do Ambiente da Câmara, no dia 23 de março.


Muito viçosa...

O clube agradece ainda a ajuda imprescindível de todos os que com carinho têm ajudado a horta a crescer viçosa. Em especial a incansável atenção e carinho da Dona Teresa Correia e as mãos habilidosas do Sr. Ferreira. A horta é de todos nós e estamos ansiosos para a ver crescer ainda mais.

Geração Depositrão


Incluído no programa Eco-Escolas (ABAE), o projeto Geração Depositrão visa alertar a população em geral, acerca da importância do adequado encaminhamento e recolha dos Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos (REEE), pilhas/ acumuladores e lâmpadas.

A 9ª edição do Geração Depositrão desafiou a nossa escola durante este ano letivo, a realizar atividades de sensibilização para a deposição correta dos equipamentos eléctricos, lâmpadas e pilhas em fim de vida, passando a escola a funcionar como ponto de recolha na zona envolvente.

Apelámos a toda a comunidade escolar, para a importância do seu contributo no sentido de recolhermos uma quantidade considerável, dado que o peso total recolhido pela escola seria traduzido em prémios sendo uma parte revertida a favor da Operação Nariz Vermelho. O local de recolha esteve localizado ao fundo das escadas, junto à reprografia. Agradecemos a vossa participação. Em breve divulgamos a quantidade em kilos recolhidos.

Nota: O projeto Geração Depositrão continuará em 2017/2018 a decorrer na nossa escola.